COMO ABORDAR OS COLABORADORES PARA O USO DE EPI’S E COMPORTAMENTO SEGURO

Publicado: 23 de agosto de 2011 em Segurança do Trabalho

Antes de mais nada gostaria que os colegas de profissão (Técnicos de Segurança no Trabalho), fizessem uma análise de como abordam os colaboradores quando os encontram tendo um comportamento inseguro, sem utilizar os EPI’s entre outras situações de risco. Tenho observado muitos colegas de profissão, que ao invés de se preocuparem em conscientizar os colaboradores, quanto ao uso de EPI’s e a importância do comportamento seguro, se preocupam em mostrar superioridade e que podem coloca-los para fora da empresa. Principalmente quando se tratam de empresas, que contratam terceiros, para realização de serviços de manutenção e obras civis. É impressionante como tem Técnico de Segurança que se acha com o rei na barriga. Estes dias um colaborador veio me contar que, um TST parou em sua frente, cruzou os braços e lhe perguntou de maneira arrogante, você sabe o que esta errado aqui? Pobre do colaborador se sentiu humilhado e não soube responder, pois o mesmo estava no horário de almoço e não foi informado, que deveria fazer o trajeto até o restaurante fazendo uso do capacete e do óculos de proteção contra impacto, pois estava havendo uma manutenção de uma tubulação numa parte do caminho até o restaurante, o que deveria ser avisado previamente para o SESMT da empresa contratada para que comunicasse a todos os colaboradores.

É de suma importância saber abordar os colaboradores, faça um elogio antes de sugerir que o mesmo se comporte de maneira adequada ou faça uso de determinado EPI. Por exemplo, diga ao colaborador, você esta de parabéns em utilizar corretamente os óculos, mas também é importante o uso do protetor auricular, pois o ruido pode causar danos irreversíveis a sua saúde. Seja gentil e mostre que esta preocupado com a saúde e a integridade física do colaborador, e não apenas querendo ser superior e mostrar quem manda aqui, faça dos colaboradores seus aliados e não seus inimigos. Seja firme se preciso, mas nunca grosso ou arrogante. Trate as pessoas com respeito, e tenho certeza que as mesmas saberão retribuir, se comportando de forma segura.

Um abraço fraterno!

Andréia Lima

About these ads
comentários
  1. Jackeline disse:

    Muito boa a matéria..sou prova disso no meu dia a dia.

  2. Márcia Anjjos disse:

    Andreia. Achei interessante o artigo enviado para o meu e-mail, que fala a respeito “do procedimento e atitude de um TST em relação ao funcionário, concerteza temos que ter essa visão que é tão difícil ao olhos do ser humano, a humildade que temos q/ ter… sem mais Márcia Anjos marciaanjjos@yahoo.com (em busca de uma oportunidade de estágio ou trabalho de assistente na área de Segurança do Trabalho – recém formada como Técnica).

  3. edina silva disse:

    boa tarde, Andréia!
    Ótima dica, vou usá-la sempre que necessário!
    Uma ótima semana para você!

    Atenciosamente.

    Edina Silva

    • Marlon John disse:

      Olá , Andréia Lima gostei muito de sua materia, pois você se mostra bastante segura diante deste assunto tão delicado que é tratar um funcionario e consientiza-lo quanto ao uso do EPI.

      Eu quando inicio em uma empresa tenho um bate papo inicial mostrando que o SESMT não é apenas fornecimento de EPI. E reforço que é dever a promoção da qualidade de vida entre eles, e assim tento conquistalos para facilitar no momento delicado que adimistrar o EPI.

      Marlon John
      TST

  4. denisefotos disse:

    Olá me chamo Vinicius e gostei de seu texto. Realmente devermos pensar na forma como abordamos as pessoas em relação a segurança. Acredito que o que o item em que mais pecarmos é na forma de fazer a prevenção. Temos que ter mais educação e uma abordagem holística da prevenção.

  5. Daniela disse:

    Olá Andrea.
    Fico feliz que ainda aja profissionais com tamanha competência e sensibilidade.
    Já mas devemos esquecer que somos companheiros de aprendizagem e estamos lidando com vidas e sempre a algo para se aprender.
    Um Abraço fraterno. ( tomei liberdade de pegar sua fraze emprestada)

    Daniela Lemos

  6. Marcelo disse:

    Olá Andréia,

    Concordo plenamente com sua visão e digo que sou adepto da técnica de elogiar e em seguida mostrar a importância da não utilização do EPI faltante (se for o caso), tenho o hábito de tambem elogiar e comentar quando o colaborador está utilizando os EPI’.

    Obrigado por compartilhar esse artigo de suma importância!!

    Abraço,
    Marcelo

    • edson disse:

      Olá Andreia,

      qual seria seu procedimento depois de tentar por inúmeras vezes a concientizar alguns sodadores a utilizar epis e só usam quando o téc. em seg. está por perto. Isso acontesse sim e em várias empresas com vários profissionais do ramo não só comigo.

  7. john couto disse:

    É sempre importante elogiar os colaboradores e mostrar que o serviço dele está sendo valorizado, agradecendo sempre pela compreensão em utilizar os EPI’S de forma contínua e correta. Uma boa dica é elogiar este colaborador em reunioes como o DDS (Diálogo Diário de Segurança).

  8. Reiane disse:

    Olá Andréia….ainda ñ sou formada em TST mas com a sua ajudar quando eu me formar, farei sem sombra de dúvidas um bom trabalho, até porque a vida dos colaboradores estará em minha mãos! Que será de obridação minha honrar por isso! Muito bom os seus artigos e to me motivando ainda mais… To fazendo também técnico em enfermagem e fiz o curso de bombeiro civil. Quero que me fale por gentileza a respeito disso, será bom pra minha carreira profissional?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s