Arquivo de março, 2011


Observa-se que devido às grandes mudanças ocorridas nas áreas de Saúde e Segurança do Trabalho, dentro das empresas que possuem Sistema de Gestão Integrada, que as prestadoras de serviço na área da construção civil, viram-se obrigadas a se adequar aos novos Sistemas de Gestão da Saúde e Segurança no Trabalho (SGSST). É impressionante como as empresas trabalhavam de maneira inadequada, colocando a saúde e a integridade física de seus colaboradores em risco. Muitos Técnicos de Segurança no Trabalho (TST) foram demitidos por não serem coniventes com a metodologia de trabalho das empresas. Porém as construtoras tiveram que abrir mão de pensamentos arcaicos voltados apenas para lucro e produtividade, e se adequar aos novos SGSST que regem o mercado.

Os Técnicos de Segurança no Trabalho (TST) passaram a ocupar uma posição privilegiada dentro das empresas, assumindo seu real papel dentro de sua função, fazendo cumprir as normas da portaria 32.14/78. É importante ressaltar a importância da especialização dos TST, para esta nova fase, o mercado de trabalho tem se tornado exigente, e é preciso estar preparado para desempenhar a função, se antes a formação técnica era suficiente, hoje é preciso profissionais com conhecimentos em normas internacionais como ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 e SA 8000.

Verifica-se então que não só as empresas precisam se adequar aos novos SGSSTS, mas que os TST devem buscar novos conhecimentos sobre normas internacionais como ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 e SA 8000 e também o inglês, estes quesitos vem sendo um diferencial na contratação, pelas empresas, exatamente para implementar os SGSST.